30 dias tocando guitarra

Uma parte do meu projeto psicopata de virar uma pessoa melhor já começou. Para quem não leu, Wiking Life é meu projeto pessoal de me tornar uma pessoa melhor em um ano, passo a passo.

Neste mês, resolvi me dedicar de verdade a tocar guitarra um pouco melhor.

Depois de comprar um trocinho eletrônico chamado iRig, que serve para conectar a guitarra ao iPad, me prometi estudar, no mínimo, uma hora por dia, todos os dias, por um mês, e depois ver se o resultado vale a pena.

Uma parte de aprender qualquer coisa é praticar e ter disciplina. Neste aspecto, eu sou a pior pessoa do mundo, e acho que vocês já sabem, pela regularidade dos meus posts.

Disciplina e método

Não ia adiantar eu passar trinta horas tocando, simplesmente por tocar. Tinha que ter alguma ordem, sequência, planejamento. Para não ser uma coisa organizada por mim, encontrei este artigo de revista do Steve Vai (pdf download), com um plano de treinamento para psicopatas guitarristas profissionais. O plano dele é treinar 10 horas por dia, durante três dias. Como meus objetivos são mais simples (tocar um pouco melhor e criar o hábito diário), vai com uma hora.

Recompensa

Se vocês tocam guitarra e têm um iPad, recomendo muitíssimo o iRig. Simula vários tipos de amplificadores e pedais, apenas com a guitarra e uns fones de ouvido bons. Para quem, como eu, é preguiçoso e detesta a confusão de cabos, tomadas e etc para tocar alguns minutos, é uma mão na roda. O único contra é que alguns pedais e efeitos são comprados, custando um ou dois euros. Então, fiz um pacto comigo mesmo: cada sequência de sete dias que eu consigo sem faltar um, eu me presenteio com um pedal. Eu sei, parece ridículo, mas está funcionando.

iRig

iRig, amplificador e pedais para iPad

Outros programas úteis para o iPad

Além do iRig, instalei outros três programinhas bacanas para quem quer aprender mais.

Escalas

Escalas

Odiava aquelas xerox com os desenhos das escalas, e ainda mais aquelas revistinhas com imagens super pequenas e difíceis de entender. Com o Guitar Scales, fica muito mais fácil entender a forma, onde está cada nota, quais são os acordes relacionados, etc. Tem um programa-gêmeo, chamado Guitar Chords, que mostra os acordes. Fácil.

Brinde: Reactable

Música pra mim é somente diversão, não gosto muito de tocar em público. Por isso, quando vi este programa, chapei. É a versão iPad do Reactable, uma mesa de sons estranhos que a Bjork estava usando na turnê Volta.

Então, daqui a um mês, vamos ver que resultados eu posso mostrar depois de fazer praticar tanto, e eu volto aqui pra contar pra vocês. E para servir de adiantamento, no mês de novembro, Wiking Life vai ser escrever uma novela aos moldes do NaNoWriMo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.