Antes de escrever qualquer coisa na internet, pense na sua avó.

Agora nem é tanto, mas daqui a uns sessenta anos, a internet vai ser massa paca.

Imaginem quando os netos da galera que hoje tem 20 e poucos anos e reclama muito no twitter estiverem todos online, vendo o que os avôs escreveram?

Vocês sabem melhor que eu: tudo o que está online nunca mais vai ser apagado, exceto em caso de meteoros atômicos. Ou seja, aquele seu post #mimimi sobre ex-namorado canalha vai ser lido pelos seus filhos e netos, e também pelos filhos e netos dele, depois que vocês voltem o namoro, lá pra 2012, casem, tenham filhos e tal.

A sua vergonha alheia de hoje, eternizada. Explicar depois vai ser bem pior.

O que passará na cabeça dos seus netos? Eu não sei. Mas o conselho é esse: antes de escrever qualquer coisa, pense no que passaria pela sua cabeça se a sua avó tivesse escrito aquilo há uns 60 anos, e você pudesse saber? As estripulias, farras e roedeiras, tweets bêbados, raciocínios incompletos ou erros gramaticais, eternizados não só no DNA, mas também na rede.

É mais um argumento pró esterilização em massa da humanidade.

De nada.

0 Comments on “Antes de escrever qualquer coisa na internet, pense na sua avó.”

    1. Calculando aqui a sua idade e a do rebento, acho que você vai ter netos adolescentes antes dos 60.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.