No caminho do bem

Eu sou uma pessoa muito talentosa. Desde que me entendo por gente, eu venho descobrindo mil maneiras diferentes, mil formas, mil execuções fantásticas da gloriosa arte de desistir. A capacidade de deixar para lá uma coisa começada, uma ação que necessitaria uma consequente que nunca virá, um objeto ainda imperfeito, é algo que me persegue. Veja lá o meu blogroll de … Read More

O sotaque, o dialeto e o erro

Todas as línguas que eu conheço têm sotaques. Alguns são tão diferentes que chegam a dificultar a compreensão: um nativo de Córdoba, Argentina, fala completamente diferente de alguém de Córdoba, Espanha. Chega a parecer outra língua, mas não é. A organização capitalista implica que os sotaques utilizadas por mais pessoas, e por grupos mais ricos, costumam receber preferência, maior atenção … Read More

O homem medido

Daqui a alguns meses, vocês vão ver centenas de milhares de textos sobre pessoas chocadas consigo mesmas, quando começarem a entender melhor sua relação com a tecnologia. Como? Há poucos dias, a Apple anunciou um app chamado Screen Time, que vai dar um relatório do seu uso do celular. Provavelmente não vai mudar muita coisa, porque as pessoas são especialistas … Read More

O que é que você faz? – WIP

Alguém escreveu por aí: “Make your life your life’s work.” Ok, tá bonito, mas pera um pouco. Será que eu sei o que é que eu faço? Há pouco tempo, um amigo me chamou para conversar sobre posicionamento/portfolio de profissionais polivalentes em um mundo assíncrono. Ao invés de resolver o problema, fiquei com a proverbial pulga atrás da orelha. Ele … Read More

Como abrir uma empresa na Suméria

Estou careca de saber que a quantidade de dados gerada a cada instante é exponencialmente maior do que um segundo atrás. Então, vamos observar o outro lado: segundo Aponta Estudos™, algum instituto aí, que fez alguma pesquisa acolá, a grande maioria desses novos dados criados, principalmente de forma digital, são logs de computadores. Logs são registros, basicamente. Informações factuais gravadas … Read More

A sua certidão de óbito está vencida

Se há algo culturalmente intransponível no caráter ibérico é a burocracia. O cartório. A pequena lei burra. Sim, é preciso reconhecer a firma para pedir um documento público, mas ninguém vai para a cadeia se tiver um bom advogado. Todos conhecemos exemplos enlouquecedores da intransigência de um funcionário que interpreta o algoritmo legislativo com má-vontade. Pior que uma máquina? Com … Read More

A fome, a fama e a fomo

A principal função das redes sociais é trazer à nossa atenção tudo o que ocorre além da nossa existência física. Tá, acho que compliquei bastante. Vamos simplificar então. Com o telefone desligado, você consegue lembrar de quantos vídeos que quer ver? Quantas aulas interessantes ou palestras de pessoas motivadas? Quantos textos bem-articulados sobre quaisquer que seja o assunto do momento? … Read More

O espelho de mnemósine

Quem tem coragem de dizer a uma pessoa que está ficando gagá? Quem chega pra um avô querido ou uma senhora altiva que já dá pra notar a capacidade mental se esvaindo e revela tão triste e inexorável notícia? Não falo daquela fase em que o adulto volta a ser bebê, balbuciando poucas frases, incapaz de se locomover. Muito antes … Read More