Entre o fim do mundo e o fim do mês

A maior dádiva da internet é a possibilitar que qualquer pessoa possa expor os seus argumentos ao mundo. O maior defeito da internet é a possibilitar que qualquer pessoa possa expor os seus argumentos ao mundo. Não é só no Brasil. Também não é só com você. Em várias partes do mundo, várias sociedades diferentes, idiomas e grupos sociais, enquanto … Read More

Ou você cria, ou você quebra. Não tem outra.

O ser humano só tem três modos: construir, destruir e ficar parado. O terceiro, inclusive, pode ser uma variação do segundo, porque destrói o tempo. E se você parar bem para pensar, tudo o que você faz está construindo ou destruindo algo. [Pausa pra você tentar pensar uma possibilidade de eu estar errado. Pronto. Passou] No comecinho da nossa vida … Read More

Ficando velho cada vez mais rápido

Efeitos visuais às vezes são a melhor maneira de mostrar uma coisa óbvia para os nossos olhos. Ver a mudança do tempo com o time-lapse, ou os detalhes do movimento no esporte com uma câmera lenta, entre outros. Captando material de avó, mãe e filha, fizeram este vídeo fantástico de um rosto humano envelhecendo. É incrivelmente real, apesar de uns … Read More

O mundo anda chato demais (ou “Ah, uma jaula”)

Sei que é sinal de velhice reclamar que o mundo está ficando chato, mas anyways, sou velho desde criança. Aí estou sentado na minha cadeira de balanço lendo o jornal Boing Boing e descubro um site onde um pai de família preocupado com a segurança das crianças chato elenca falhas arquitetônicas de casas modernas que representam risco para crianças. Tudo … Read More

Sonhos lúcidos

Dia desses, o Open Culture publicou um videozinho curto sobre sonhos lúcidos. Sabe aqueles que você tem a sensação que está acordado até que rola um momento pegadinha do mallandro e você desconfia que está dormindo? Inception, e tal. Pois, desde que vi o vídeo, comecei a sempre olhar o relógio duas vezes, porque adoro experimentar novas taras e manias. … Read More

Contando histórias com fotografias

Dia desses eu almocei vendo o Ted do David Griffin falando sobre como a fotografia conta histórias para poder conectar as pessoas. David é editor da National Geographic e mostra como as boas fotografias (que todo mundo tem uma ou duas) se diferenciam das outras exatamente porque têm algo interessante, uma historia para contar. Essas histórias são o que conectam … Read More