Livro novo, mas não é meu

Tava eu quieto no meu canto (quiet in my corner) quando a @alinevaleque vem e me falar sobre escrever uma história. Como ela não pede, manda, eu obedeci. Não entendo muito do tema, mas a história da minha vida é escrever sobre coisas sem informação suficiente, então, com um prazo pra lá de generoso, eu consegui emplacar minha historinha na … Read More

Só você pode conectar os pontos que conecta, por @amandapalmer

Novo discurso da Amanda Fucking Palmer sobre criação, criatividade, e o poder que hoje temos para alcançar as pessoas. Está por aí: crowdfunding, blogging, autopublicação. E continua impressionando: de gente que do nada vende oito milhões até pessoas que eu só conheço da internet e vão pro outro lado de uma cidade gigante na hora do almoço só pra descobrir … Read More

A maravilhosa burrice do ser

Descobri o que me faz gostar tanto de Monty Python. Mas tergiverso. Pra mim, a grande diferença do humor americano, brasileiro e do inglês é que um faz sentido, o segundo faz um sentido bem raso, e o terceiro não faz absolutamente nenhum. O melhor do humor americano tem uma mensagem, há algo pra ser entendido. Veja George Calin, Stephen … Read More

Um livro para acabar com todos os livros

Não fui eu que disse. Foram eles mesmos. Os melhores criadores de títulos da história do mundo mundial lançaram uma enciclopédia, sintetizando todas as maneiras de se fazer humor com um texto. Sinceramente, estou comprando pra ver se aprendo a fazer as pessoas rirem. Como exemplo, o verbete Alexandre, o Grande: **** Edição em homenagem à @fabianelima, que mencionou o … Read More

Depois da guerra, a literatura é a coisa mais capaz de mudar o mundo

Neil Gaiman. Cory Doctorow. Randall Munroe do XKCD, entre outros, que devem ser ótimos também. Comprei agora, domingo à noite, e até amanhã qualquer pessoa pode fazer também. Eles enviam diretamente pro seu Kindle, ou você baixa o pdf e imprime em árvores mortas. Do jeito que você quiser. O bacana é a propriedade intelectual virando ajuda para gente que … Read More

Ando comprando livros feito um desgraçado

Aí a @marcialira faz referência ao post Livros indicados por Neil Gaiman no blog O Nome Disso é Sarcasmo!, e eu me lasco em bem 100 dólares de crédito na Kindle Store da Amazon. Boa parte dos livros custa menos de 10 dólares, mas tem livros grátis também, como este:

Moëbius e a arte de envelhecer

Não consigo acreditar que nenhum leitor do meu blog discorde que histórias em quadrinhos são arte, mas… Se você ainda não se convenceu, hora de conhecer Picasso. Ou Moëbius, pseudônimo de Jean Giraud, francês maluco que vê anomalias e loucuras, e depois as transforma em realidades alternativas maravilhosas. Além de quadrinhos, ele também foi responsável pela direção de arte de … Read More

Crônica de um esquecimento anunciado

Todo escritor almeja virar parte da memória coletiva Shakespeare inventou palavras. Reciclou e reinventou histórias que tornaram o seu nome praticamente imortal. Enquanto houver civilização ocidental, ele estará lá. Cervantes, Dante, mil e três nomes. Ao alcançar o Panteão da cultura, garantiram que nunca mais serão esquecidos. Poeira estelar Bem, enquanto houver humanidade. Nós não lembramos mais dos grandes escribas … Read More

A Paz Mundial Infantil

Das várias formas possíveis de se melhorar o mundo, das mais eficientes é se educando melhor as gerações posteriores. Aqui, nós vemos um exemplo de quem faz isso de forma exemplar. Esse sujeito, John Hunter, usa sua aula para jogar um jogo chamado Paz Mundial, onde crianças de dez anos passam a representar países com orçamentos, forças armadas, recursos naturais, … Read More

Escutando Rádio

Semana passada um texto do Bruno Scartozzoni me lembrou uma descoberta daquelas que até hoje me dá muita satisfação, o Radiolab. Eu o conheci através de um elogio gigante do Seth Godin a esse programa de rádio (que é disponibilizado via podcast). Uma rasgação de seda numa intensidade que eu não tinha visto antes. Nas palavras dele: “… I guarantee that … Read More