Histórias de um furacão

Vista de Key Biscayne. Ou a falta dela.

Hilda Isabela Isaac está chegando, mas ainda não virou furacão. O pior ainda não veio, e está previsto para Miami na segunda de manhã.

Já acordei de madrugada escutando o vento bater na janela, e a temperatura baixando. Coisa ótima. Aí, acordo quase meio dia e vou ver os updates.

Guia da Google para Emergências do Estado da Flórida

Aparentemente, a tempestade tropical realmente passou direto pela Flórida, e não vai tocar terra nessas bandas, mas daqui a dois ou três dias, no Alabama ou no Louisiana, onde rolou o Katrina há uns anos.

Mas se você sente falta de notícias, no Facebook, tenho amigos postando que estão sem energia em casa, algumas ruas correm o risco de inundar e ainda não sei se rola trampo amanhã.

Os coqueiros segurando o vento. ¡No pasarán!

A cidade está preparada. Vai ser uma tempestade normal. Provavelmente, não vai acontecer muita coisa.

A única esquisitice é a possibilidade de pequenos tornados aqui e acolá. Se eu vir um pela janela, juro que fotografo.

Saibam mais aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.