Podcasts: aquelas vozes dentro da minha cabeça dizendo coisas interessantes

Eu, assim como uma imensa quantidade de pessoas, estou completamente vendido ao universo dos podcasts. Pra dirigir, correr, ou deixar de ruído rosa enquanto trabalho. Estou montando várias playlists pra situações diferentes, escutando temas e assuntos interessantes o tempo inteiro, e me divertindo bastante. Há pouco, a Luara França mandou uma newsletter sobre o assunto, perguntando aos leitores o que … Read More

Os velhos estão voltando a jogar RPG.

Este artigo do Geek & Sundry vem falar de vários motivos pelos quais tem gente que costumava jogar D&D (e outros RPGs) há bastante tempo, normalmente na adolescência, e que agora, depois de um longo hiato, estão voltando a praticar este hábito. É o meu caso. A quinta edição do jogo, lançada há pouco mais de dois anos, me fez voltar … Read More

Das coisas que eu odeio na propaganda (um ano depois de deixar o mundo das agências)

Palavras hypadas que não significam nada: hype. millenial. approach. influencer. trending. metrics. creative. innovation. technology. digital. WE. Por que elas não significam nada? Explicação rápida: porque significam muita coisa. Vejam a palavra play, em inglês. Sozinha, ela pode significar jogo, jogar, começar, brincar, reproduzir, tocar, e um largo etcétera. Quando, dentro de uma agência, a gente diz millenial, pode estar … Read More

Se você é um brasileiro de sucesso, se mate.

Vou tocar em feridas agora. O único brasileiro santo é o Ayrton Senna. Que meteu a cara num muro antes de ser crucificado por alguma coisa. O Nelson Piquet nunca será uma unanimidade porque viveu para ser chamado de arrogante (foi campeão do mundo duas vezes, fez aquela ultrapassagem que parecia que estava pilotando um 747, mas não tem o … Read More

O dia em que o Velho do Restelo encontrou Cândido Portinari

– “A que novos desastres determinas De levar estes reinos e esta gente? Que perigos, que mortes lhe destinas Debaixo dalgum nome preminente? Que promessas de reinos, e de minas D’ouro, que lhe farás tão facilmente? Que famas lhe prometerás? que histórias? Que triunfos, que palmas, que vitórias? – O Velho do Restelo, Os Lusíadas, Canto IV, 97 Até quando isso … Read More

Da universalização do chute na canela

O personagem mais detestável das redes sociais não é mais o troll. Antigamente, esses monstrinhos abomináveis porém controláveis. Trolls habitam comentários de jornal e fóruns anônimos, o que os torna esquecíveis e evitáveis. Dá pra ignorar comentários, sempre. O problema, a grande praga atual, é o chutador de canela. São aquelas pessoas, Júnior-Baiano-style, que estão ali somente pra quebrar a … Read More

It’s the end of America and I feel Greek

Raramente eu escrevo pra falar da minha vida, mas já que o blog está meio abandonado mesmo, vou usar para fazer um update. Agora é oficial, com data e tudo: 25 de agosto, vamos entrar no primeiro avião com destino à felicidade a Lisboa. A aventura aqui nos EUA acabou e nós vamos voltar pro Velho Continente. No dia em … Read More

o fim glorioso de uma era

No fim deste mês, vou deixar um domínio expirar. Não é um domínio qualquer. Tem muita gente legal e bacana que eu conheci na vida graças a ele. Mas o site (e o twitter, e a página de facebook agregadas) já morreram, assim como a utilidade dele. Antigamente, a gente precisava de lugares pra postar besteiras na internet, mas aí … Read More

Oito maneiras especiais de perder o tempo

Eu detesto quem perde o dia lendo besteira no Twitter. E também quem gasta 40 horas por semana jogando videogame. Ou aprendendo a escrever HTML. Ou francês. Como todo mundo deveria saber, são atividades inúteis. Tudo de importante que foi dito em francês foi ou será traduzido pro português, e eu nunca vou conseguir entender perfeitamente todas as nuances dessa … Read More

Todo petista é um pouco vascaíno

A parte ruim do grande Fla x Flu que assola a política brasileira não é simplesmente o fato de ser um clichê, nem de ser até certo ponto uma boa metáfora para explicar. A parte ruim é que ela mostra que a galera não entende direito de futebol. O PSDB até pode ser meio Fluminense, elitista e que vive ganhando … Read More