Preconceito contra literatura de mulherzinha

Acabei de cruzar dois pensamentos esquisitos.

As pessoas, principalmente as metidas a intelectuais, têm preconceito contra as Bridget Jones e 50 Shades of Grey da vida. Literatura pra mulher é algo inferior, feio, ruim.

Mas se você parar pra pensar, isso tem um contraponto: o cinema para homens. Mais velozes, mais furiosos, mais vazios de conteúdo, cheios de explosões, músculos, carros e clichês.

Os dois lados da moeda, com o mesmo objetivo de divertir por algum tempo, sem construir nenhuma mensagem profunda ou interior.

Ou viajei?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.