Projeto psicopata do mês: NaNoWriMo

Voltei de Amsterdã na hora de começar a fazer outro projeto psicopata: o NaNoWriMo. Trata-se de escrever uma obra de ficção com 50.000 palavras durante o mês de Novembro. Uma quantidade bestial (do tipo 1.600 palavras por dia, todos os dias), mas que muita gente já conseguiu fazer. A primeira vez que eu soube disso foi em 2006, e durante dois anos tentei e não consegui. No ano passado, cheguei a começar, mas foi um mês bastante complicado e eu terminei sem fazer praticamente nada.

Por quê escrever?

Primeiro, porque preciso. Segundo, porque eu tenho tempo, já que estou sem trabalho, como disse antes. É uma ótima maneira de deixar a cabeça funcionando entre um email para diretor de criação e outro. Terceiro, porque estou de saco cheio de só ter um livro esgotado. 🙂

Isso tem alguma coisa a ver com o Wiking Life?

Sim, claro. Tudo. Eu quero ser uma pessoa melhor, em vários aspectos, e no mês de novembro, vou dedicar minhas energias a escrever. É um projeto tanto pessoal quanto profissional, já que envolve várias habilidades necessárias para o dia-a-dia de um redator, e que (se terminada) me fará me sentir bem. Objetivo final da vida, né não?

E como funciona o processo do NaNoWriMo?

Há um fórum onde a galera discute todos os dias sobre escrever, sobre a correria, sobre os prazos, etc. Pretendo participar um pouco, atualizar o contador de palavras com frequência, e até publicar algum trecho, parágrafo ou página, em algum blog, se eu tiver tempo de reler e gostar de algo. Um mês não dá pra revisar muita coisa, mas eu prometo tentar.

O site tem uma ferramenta perfeita para data-freaks como eu. Conta quantas palavras eu escrevi, quantas estou devendo, o tempo, etc etc. Com gráficos e tudo o mais. Assim fica mais tenso escrever, mas stress é sempre bom pra criatividade, né? Além disso, fica este pequeno banner na coluna direita do blog, com a quantidade de palavras já escritas. Tensão no máximo, galere.

Vou usar o Ommwriter pra escrever. Distração mínima, redes sociais praticamente em pausa. Evernote e iPad para anotar ideias que puderem ser usadas em algum texto, e quando tiver já um texto encorpado, jogo no Pages pra organizar.

Enfim, paro de escrever o post e volto a escrever as palavras que estou devendo.

0 Comments on “Projeto psicopata do mês: NaNoWriMo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.