O que lêem os que não lêem

Artigo publicado no jornal Contraponto, de João Pessoa, Paraíba. Nunca antes na história deste país os jovens leram tanto. É verdade, e é uma pena. Há pouquíssimos anos, na metade da minha adolescência, em meados dos anos 90, eu já lia como um desesperado tímido, mas isso era raro entre os meus amigos e colegas de escola da mesma idade. … Read More

A morte do papel e outras histórias

Artigo publicado no jornal Contraponto, de João Pessoa. Há um ano, auto-publiquei um livro. Não da maneira tradicional, procurando um editor, arranjando alguém que diagramasse, gráfica, etc. Graças a este bicho estranho e branco que é o computador, uma pessoa pode escrever, diagramar, ilustrar, montar, mandar pra uma gráfica, pagar, receber em casa e gastar menos que comprar uma revista … Read More

Farenheit 451

Em mil novecentos e muito tempo atrás, eu era criança e lembro de viajar com meus pais, e do desespero (pode não ser verdade, mas é assim que eu lembro) do meu pai procurando uma fita de um filme. Era Farenheit 451, dirigido por Truffaut. Meu pai dizia que era um filme que marcou a infância dele, etc etc etc. … Read More

O fim dos livros

Artigo publicado no jornal Contraponto, de João Pessoa. Philip M. Parker é o autor de 200.000 livros. Todos técnicos, compilados através de algoritmos que ele desenvolveu. Ou seja, ele recolheu informações livres (que hoje já são maioria na quantidade de informações produzidas no mundo), organizou e transformou em celulose. Pode procurar no NY Times. Eu não vou discutir o mérito … Read More

100 livros obrigatórios

Já li 34 dos 100. Menos mal que ainda tenho coisas interessantes pra ler neste mundo. 1. Ilíada, Homero 2. Odisséia, Homero 3. Hamlet, William Shakespeare 4. Dom Quixote, Miguel de Cervantes 5. A Divina Comédia, Dante Alighieri 6. Em Busca do Tempo Perdido, Marcel Proust 7. Ulysses, James Joyce 8. Guerra e Paz, Leon Tolstoi 9. Crime e Castigo, … Read More

A Lei de Parkinson

Artigo publicado no Contraponto desta semana. “Um trabalho ocupará o tempo disponível para ser realizado.” Se você dá uma semana para alguém executar uma tarefa monstruosa, e ela quer terminá-la, com certeza o fará. Se se não quiser, não o fará. Ninguém normal, em uma empresa normal, termina uma tarefa 5 dias antes do prazo. É natural que demore, espere, … Read More

Eu aprendi a escrever títulos jogando RPG

Vejam bem. Um psicopata que escreve MUITO bem escreveu 1001 frases para dizer a mesma coisa. Usou o universo de uns 4 jogos de RPG de mesa como base, então, se você nunca jogou, vai entender muito pouco. Mas se jogou, vai chegar a enjoar de ver frases engraçadas. São 1001 frases que um jogador insuportável aprendeu que não deve … Read More

Clube de leituras de Borges – Emma Zunz

O crime perfeito Post escrito para o Clube de Leituras de Borges, do Idelber. O conto pode ser lido aqui, em espanhol. São duas discussões no conto, ao meu ver, uma mais interessante e universal, e outra pessoal, do Borges. A pessoal é colocar o sexo como algo imundo, porém necessário, para a redenção de Emma, e do ser humano. … Read More

A paranóia, ou a Loteria da Babilônia

Este post é uma viagem baseada no texto Loteria da Babilônia, de Borges, que eu li por causa deste post, do Alex Castro, que começou essa história por causa deste post do Idelber. Na Babilônia, antigamente, todas as vidas e todas as pessoas eram influenciadas pela loteria. Começou apenas dando dinheiro, depois tomando, depois com penas não pecuniárias. Então, passou … Read More