Uma homenagem necessária

Estou terminando um artigo-resumo do Tribes, o livro do Seth Godin. Vou começar a publicá-lo aqui por partes. Servirá como trabalho final da minha pós, e uma base para o que eu pretendo estudar no mestrado da UAB. É um dos bilhões de projetos que eu começo, deixo em banho-maria por muito tempo, e depois saio, às pressas, correndo para terminar.

O que me lembra da homenageada: Juliana, minha irmã. Não porque ela faça isso, muito pelo contrário. Ela é uma pessoa capaz de fazer 800 coisas ao mesmo tempo, aprender bilhões de coisas, ler, resumir, traduzir, entender e desentender. Com uma carga de trabalho brutal, e uma capacidade de organização sobre-humana. Se há alguma característica dela que eu invejo, de verdade mesmo, é essa. Queria muito ter a força de vontade que ela tem para terminar tudo o que começa, sendo que começa a fazer 3 coisas diferentes por dia.

Que GTD que nada. Pra mim, organização é fazer como ela faz, que eu nem consigo entender como é.

Um dia, quando eu for adulto, aprenderei com ela.

5 Comments on “Uma homenagem necessária”

  1. Então somos dois a invejar e admirar Juliana !!!!!!!!!!!!!! Depois de muitos anos sem compartilhar de sua rotina, fiquei 2 meses em sua casa e encontrei uma mulher bala ( não mais a balinha adolescente). Não conhecia ainda a Juliana mulher- bem- resolvida- talentosa e gentil. Como voce diz TAsk, dá conta de tudo e inda troca moedas na maquininha aos sabados. Quando a bruxa ta solta e no maximo do stress, toma uma taça de vinho pra relaxar e segue em frente. Fico orgulhosa de ser sua mãe. E torço para que tenha cada vez mais sucesso e boa vida. E para voce Alex, animo: não importa a velocidade, importa a direçao e o ponto de partida. Voce no ultimo ano caminhou muito, tem uma bela estrada a festejar. Bom que possam inspirar um ao outro. Mams

  2. Obrigada pela homenagem. Por sinal, estou tentando terminar de ler Derrida e Sausurre para depois de amanhã. Além de cuidar de uma cachorra que tá no cio… Isso é que eu chamo de desafio.. 🙂 O segredo é não parar. Ser obsessiva, acho (maníaco-compulsiva)???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.