Wiking life de novembro – escrever uma novela para o NaNoWriMo

Para o mês de novembro, eu me propus de verdade completar o desafio do NaNoWriMo. 50 mil palavras em 30 dias.

Terminei em 29, e parei exatamente na linha de chegada. 50,001 palavras.

Pausa dramática.

Mesmo não tendo escrito o suficiente nas duas semanas do meio do mês, a carga final permitiu que eu alcançasse a meta. Meu conselho pra quem for fazer ano que vem (eu incluído) é não fazer isso. Manter o ritmo permite, principalmente, não precisar exagerar no final e forçar os músculos do braço.

Abri o Ommwriter e escrevi, somente escrevi, sem corrigir, sem voltar, sem fazer anotações nem nada. O bom do editor de texto simples é que ele só tem duas funções: escrever e contar palavras. Perfeito pra cascata de texto que eu joguei lá.

Mil e seiscentas palavras é relativamente fácil. Cinco mil por dia é exaustivo.

Crescimento da quantidade de palavras do livro

O que farei com este livro?

O livro não está terminado. Quero muito revisá-lo, alterar um monte de coisas, obviamente reescrever muitas cenas e diálogos para elimitar os furos, que com certeza existem. Quando uma pessoa escreve uma maratona, não olha pra trás, nem corrige os passos mal-pisados. Revendo com calma, vou poder ver tudo.

Entretanto, também acredito que dormir uma ideia é bom, então, vou deixar o texto exatamente como está até o fim de dezembro, e em janeiro, vou revisar com calma, devagarinho.

Vou colar o segundo tratamento no Pages, colocar anotações, camadas e camadas de notas de rodapé até ter uma coisa mais coerente, dividida em pedaços mais ou menos lógicos e apresentáveis.

Quando tiver algum parágrafo interessante, alguma frasezinha que eu goste, vou jogar no Qualquer coisa de triste, pra quem quiser ver.

E quando tiver uma versão editada, vou perguntar por lá também se alguém se voluntaria a ler antes de jogar num lulu.com da vida.

Banner de ganhador do NaNoWriMo

0 Comments on “Wiking life de novembro – escrever uma novela para o NaNoWriMo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.