NaNoWriMo 2011, lá vamos nóis travéis

É. Gosto de psicopatias. Começando hoje, porque ontem eu estava chegando de viagem e não aguentava escrever. Igual ao ano passado, mas sem Luiza Lucky e Amsterdam, mas com Nova Iorque e Cacabarét, o que dá pra dizer que é mais ou menos a mesma coisa, pelo menos em qualidade de pessoa. A história vai ser a mesma. O plano …

Escrever é uma das formas mais dolorosas de ter prazer

Passei um longo feriado escrevendo. Da quinta-feira até a segunda, em casa, arrumando as coisas para a chegada de Cris e Vicente, e escrevendo. Li e reli e mexi e desmexi a historia do NaNoWriMo. Foi chato e trabalhoso. Várias vezes pensei em desistir. O maior problema de escrever uma historia tão longa é que os furos, os erros, os …

Último sneak peak antes das 50.000 palavras

Estou acabando as 50 mil palavras do NaNoWriMo nas próximas 48 horas. Aliás, 48 horas é o nome de trabalho do projeto, e o título que o primeiro rascunho, não-editado, vai receber. Enquanto faço marola no twitter, dizendo que vou chegar, aperreio gente no MSN e luto com várias cenas abertas, que acabarão provavelmente nas próximas 10 mil palavras, deixo …

O ódio do texto

É oficial, perdi a paciência. Aquela velha história sem pé nem cabeça está mais sem pé nem cabeça ainda, e não é mais um projeto com começo, meio e fim. Chegou a hora de cortar na carne, apagar, destruir, matar e recolher os espólios. Já vai perto de 130 mil ideias fragmentadas, e alguém tem que consertar isso. O alguém …

trapaceando

Ao invés de escrever algo novo por aqui, deixo uma frase que deveria estar no NaNoWriMo deste mês: Cansado, ninguém é um inimigo implacável.

Sneaky peak no romance

Como alguns leitores devem saber, estou escrevendo pouco por aqui porque estou participando do NaNoWriMo, e me convenci a escrever um romance de 50 mil palavras em um mês. É texto pra caramba. Tenho um monte de textos preparados pra ir subindo durante o mês de novembro, mas quando encontrar algum parágrafo do romance que valha a pena publicar isolado …

Um novo delta de vênus

Anaïs Nin, da wikipedia

O ser humano tem o grande defeito de ficar procurando razões para tudo. Escrevo porque estou inspirado, porque quero conquistar alguém, porque não sei jogar futebol, porque, porque, porque. E há umas pessoas loucas por aí que simplesmente escrevem. Ou pintam. Ou fazem a sua arte em geral. Como exercício, simplesmente porque querem, ou precisam fazer. Li que o Saramago …

Depois que a gente se acostuma a sofrer, vicia.

Ano passado, eu venci o NaNoWriMo (vejam o badge aí do lado), escrevendo 50 mil e uma palavras de um romance. A historia não ficou acabada, mas devagarinho, eu vou editando, mexendo em coisas, deixando a poeira assentar e tentando melhorar o texto. A única pessoa que leu o primeiro ato reclamou, achou erros, mas disse que não estava ruim. …

Em busca da frase perfeita

Acho que boa parte da galera que lê este blog sabe que eu sou redator de propaganda. Sou pago para escrever frases curtinhas. Gosto delas desde a adolescência, quando guardava frases na parede do quarto, e depois, num caderno. Será que eu já escrevi alguma frase legal e não lembro? Há duas semanas, comecei mais uma vez a escrever uma …

Ommwriter: se não fosse ele, eu tava ainda mais atrás na deadline

Escrever é punk. Escrever muito é punk. Escrever com deadline é pior ainda. Pra mim, incapaz de me concentrar em nada, o que me salva é o Ommwriter. Se algum dia consigo terminar o NaNoWriMo, será por causa desse programinha. Nele, eu fico sozinho com o texto. Esta besta-fera e eu, lutando o dia inteiro, pra ver se sai algo. …