Castigo é adivinhar o futuro

Uma das minhas histórias mitológicas favoritas é a de Cassandra. Pra mim, o maior terror de todos é a capacidade de ver o futuro. Você perde o espanto com as coisas bonitas, e de quebra ainda ganha a incredulidade alheia para as desgraças iminentes. O ser humano é o único bicho que pisa no acelerador quando o manobrista diz que vai bater. E Cassandra sofre por isso.

Frequentemente, eu me sinto assim. Digo que vai dar merda, digo às pessoas que deveriam fazer isso e elas fazem aquilo. Não sei se é porque nasci com um sexto sentido especial, porque adivinho as coisas, ou simplesmente um azar sortudo. Mas a vida segue em frente, porque mesmo quem vê o futuro não consegue chegar lá mais depressa.

Entre as penas humanas, a mais dolorosa é a de prever muitas coisas e não poder fazer nada. –Heródoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.